... na sua caminhada virtual!

 

Há muitos anos atrás, apanhei um ouriço cacheiro.

Estavam dois cães a chateá-lo. Um pastor alemão e um cachorrão de raça Castro Laboreiro.

Eu apanhei o bichinho com umas luvas de apanhar silvas e outras coisas do género e brinquei com ele, dividindo com ele alguma fruta.

Então, eu tinha 16 anos e achei muita piada a esse animalzinho.

Desde então, nunca mais vi ouriços cacheiros que não fossem esmagados nas estradas, aqui em Portugal e na Espanha ou, então, sempre por fotos, como estas.

 

Dois ou três meses atrás, encontrei um ouriço morto no Borel, na Amadora. Foi alguém que o largou lá ou teve de morrer, pois estava muito frio.

 

 

Bongo

 

 

Soneca

 

Hoje recebi um telefonema que me disse que este novo amigo estava a ser acoçado pelos meus amigos Bongo e Soneca. Foram ver o que se passava e lá estava ele a preparar-se para se pirar sem ter guerra. Teve sorte de não ser muito atormentado, a não ser nestes momentos da reportagem.

 

Eu acho este animal muito lindo e, a partir de hoje, ele vai tornar-se uma beldade perante os amigos do Ventor.

 

 

Ouriço Cacheiro

 

Reparem bem nesta beleza!

 

 

Sagres, a beleza dos mares que enfeita o rio Tejo para alegrar o Ventor, nas suas caminhadas

publicado por Ventor às 23:54