Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

caminhar com o Ventor

Pelos Trilhos da Memória

Pelos Trilhos da Memória

caminhar com o Ventor

Pangea

Pangea_animationDP.gif


Caminhem com o Ventor pelos Trilhos da Memória, nos trilhos da sua Grande Caminhada




Como sabem, o Ventor saiu das trevas para caminhar entre as estrelas.
Ele continua a sonhar, caminhando, que as estrelas ainda brilham no céu, que o nosso amigo Apolo ainda nos dá luz e que o nosso mundo continuará a ser belo se os homens tentarem ajudar..



Aqui, no Cantinho do Ventor, vamos sonhando ...



... juntamente com a Wikipédia



Aqui, estão abertas todas as janelas do Cantinho do Ventor, vamos sonhando e espreitando por elas



Os Blogs do Quico

A Arrelia do Quico

Os Amigos do Quico

O Fotoblog do Quico

Ventor em África

O Ventor e o Passado

Caminhar com os Sonhos

Quico

Blogs do Ventor

Adrão e o Ventor

Os Trilhos da Memória

Flores da Vida

Planeta Azul

Páginas Brancas

Rádio Ventor

Montanhas Lindas

Fotoblog do Ventor

Fotoblog de Flores

Blogs do Pilantras

Pilantras - o Ticas

Pilantras nos Trilhos do Ventor

Pilantras nos Trilhos do Quico

Fotoblog do Pilantras

Pilantras


Nestas janelas guardadas pela coruja das neves, a amiga do Ventor no Zoo de Lisboa, podemos espreitar as minhas fotos no Shutterfly ou, então, regressar à Grande Caminhada do Ventor


A Coruja das Neves
Ela abre-vos as janelas do Shutterfly

Sites de Fotos no Shutterfly


A G. Caminhada do Ventor

Adrão - a Natureza

Picos da Europa - a Natureza

Ventor e os Amigos do Quico

Caminhadas da Gi

Caminhadas de Sonhos


No Shutterfly podemos observar algumas das caminhadas fotográficas do Ventor. Se pedirem a coruja abre-vos as janelas.

Venham com o Pilantras, às músicas do Ventor

na sua Rádio Ventor


09
Nov09

Já lá vão 20 Anos!

Ventor

Lembro-me que, noutros tempos, não podia com o Muro de Berlim!

Lembro-me de pensar que, se o tal da candeia árabe, me dissesse para pedir um desejo, eu diria logo: «derruba o Muro»!

 

 

O muro de Berlim tirado da Wikipédia

 

Cada vez que ouvia dizer que morreu mais alguém a atravessar o muro, eu sentia uma tristeza muito grande. Perguntava a mim mesmo, como era possível!

Alguém tinha de estar errado!

 

As pessoas queriam fugir para a liberdade e, então, arriscavam a vida a saltar o muro. Por vezes, eu imaginava-me na situação dos berlinenses do Leste. Se estivesse lá e se a coisa é mesmo como eu leio, até em livros proibidos, eu teria de dar o salto!

 

Perguntava-me a mim mesmo porque razão só fugiam de lá para cá. Depois lembrava-me do Casanova, que também fugia, segundo rezavam as histórias! O Casanova saltava pelas janelas, fugia pelos telhados e, se as chaminés fossem acessíveis, fugiria por lá! Claro que eu gostaria mais de fugir como o Casaniva, enfrentar os nossos "maus" da fita do que ter de saltar o Muro.

 

Adrão tinha um boi, creio que era o Castanho, que fugia como o Casanova. Eu já andava por cá e quando regressei, um tio meu disse-me que o Castanho era muito inteligente. Metia um chifre na cancela, retirava-a do local e, assim, dava acesso às vacas aos prados com o melhor comer. Ele retirava a cancela, mas não entrava. Era a sua maneira de conquistar os seus favores. 

 

Claro que os alemães do Leste não fugiam pelos motivos do Casanova ou do Castanho de Adrão. Eles fugiam, sobretudo, porque presavam a liberdade!

Eu perguntava-me sempre, porque razão, haviam pessoas que queriam ser comunistas, uma vez que a malta que podia, ou morria ou fugia de lá!

 

Quem se atrevia a iniciar a sua vida num regime que era, sem sombra de dúvidas, o mais sanguinário de todos!?

Como devem saber, só não saberão se não quiserem, se as coisas fossem assim tão simples, todos gostaríamos de ser comunistas. Eu seria certamente! Mas, depois de ver e saber em que pés acentava a Ditadura do Proletariado, o comunismo nunca seria possível, nem para mim, nem para ninguém! Seria possível, isso sim, se não fossem meia dúzia de indivíduos a impor a sua ditadura, o seu mando, o seu querer.

 

Eu li, em tempos, um livro de um Chefe do Partido Comunista brasileiro, acho que era o Cunhal deles, que me disse tudo. Esse livro, apesar de tão mal dizer do Comunismo, era proibido em Portugal. Disse-me a pessoa que mo emprestou. Já passaram tantos anos!

 

Mas na Rússia do Proletariado, na Rússia dos USSR, também haviam pessoas inteligentes e, por isso, pela sua inteligência e não só, o muro caíu!

Abaixo todos os muros!

 

Tal como o Kennedy «Ich bin ein Berliner»! (creio que é assim)!

 

Por isso, nunca poderia deixar passar aqui este dia de festa, pois ele será inesquecível por muitos séculos ou milénios.

 

VIVA a LIBERDADE!!!!

 

Sagres, a beleza dos mares que enfeita o rio Tejo para alegrar o Ventor, nas suas caminhadas

12 comentários

Comentar post

O Quico e o Ventor

luis.jpg

Luiz Franqueira e o Quico

O Ventor nos tempos das grandes caminhadas gélidas, a luta contra o frio, era a maior das prioridades

VergineTricherusa.jpg

A Virgem Maria caminha entre nós

800px-Notre_Damme_internal_windown_rose.jpg

Um vitral na Catedral de Notre Dame

Tombstone_Holy_Sepulchre_reliquary_Louvre_MR348.jp

A Sepultura Sagrada

1280px-Jerycho2.jpg

Um Monumento em Jericó

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.