Um dia,  disseram-me que estava a trabalhar muito!

E estava! Para quem sofria da coluna, era de mais mas, eu sabia que me iria custar um pouco, passar a não fazer nada.

Tinha a minha esposa muito doente, a minha sogra doente, no rescaldo de uma operação a um pulmão e, o meu Rafinho (coelhinho anão) também doente por velhice.

Haviam condições, na empresa onde trabalhava, que permitiam que as pessoas fossem para casa, condições essas que me abrangiam e a que deram o nome de "Pré-reforma".

 

Eu estava no topo da minha carreira e o papel que me passou pelas mãos, permitia-me actuar. Dirigi-me ao meu Director, entrei no seu Gabinete e ele sem mais, disse-me: "como raio sabia que eu queria falar consigo? Pedi para o caçarem, em tudo que era portaria"!

«Pois aqui estou e também quero falar consigo. Se ainda estiver dentro do plafond desta coisa, queria ver-me livre de si»!

"Oh, carago! Você é abrangido por isso? Há por aí malta que não me importava de ver pelas costas e vem logo você"! "Venha cá, vamos sentar-nos aqui" e apontou para a mesa de reuniões.

 

Sentamos-nos, conversamos, vimos os prós e os contras e, ... ele disse-me: "vou ter muita pena mas, para seu bem, vai ter mesmo de se ir embora! Essas condições, você nunca mais vai ter! Nem você, nem eu. Eu também devia ir, podia ir, mas ainda tenho o estatuto de Director, carro, gasóleo, garagem, ... por isso, enquanto me quiserem cá, aguento-me. Mas, um ano, dois no máximo, também vou".

Pois é! Eu também já fiz as contas e cheguei à conclusão que devia ir, mas fui falar com a senhora que trata dos papéis, entrei no gabinete dela mas não estava e a sua malta informou-me que o Plafond já estava prenchido.

"Venha que eu vou lá consigo".

 

 

Um exemplo de caminhadas sem preocupações de papelada. Apenas caminhar para sobreviver e tentar não morrer 

 

Eu já tinha os papéis preenchidos e tudo com a ajuda de um Engº. e uma Drª., meus amigos e encarregados desses processos. Também me tinham dito que, só com muita sorte minha, não voltariam a ver-me sentado à minha secretária no ano 2000. A minha última luta, na Portugal Telecom, foi a luta do Millenium! Morreu o millenium e morri eu!

Caminhei, num corredor das Picoas (conhecia-os todos como as palmas das minhas mãos), conversando com o meu Director que bateu à porta do gabinete de onde eu tinha saído antes do nosso encontro. Tirou-me os papéis da mão e disse-lhe: "minha menina, quero que resolva este problema do Ventor. Como é que isso está"? «Este ano o Ventor não pode sair, Sr. Engenheiro, agora só para o ano, tenho o Plafond fechado»! Estávamos no penúltimo ou último dia de 1999. "Não brinque comigo, você sabe como fazer"!

 

Entramos em 2000 e o Millenium tinha sido vencido, embora com bug aqui, bug ali!

No dia 2 de Janeiro, lá fui eu trabalhar, 3 e 4, também! No dia 4, o Engº. meu amigo que trabalhava num dos andares de cima, viu-me pela porta do elevador. Saíu do elevador e entrou no meu andar e dirigiu-se a mim: "que raio estás aqui a fazer? Tu já não és trabalhador activo da PT"! Fiquei triste  por um lado e contente pelo outro. Triste porque terminara ali, mais uma etapa da minha vida e contente porque sabia que era mais preciso junto dos meus!

Hoje, 5 de Janeiro de 2011, terminou a sub-etapa final! 10 anos dedicados a tudo que me rodeia e, com a preciosa ajuda do meu Quico e do meu Rafinho, companheiros das minhas caminhadas, nesta janela. O Rafinho, o meu coelhinho anão, morreu em Novembro de 2001. Fiquei com o Quico a espreitarmos isto e a inventarmos a nossa Grande Caminhada que espero continuar até um dia. 

 

Por esse tempo, os blogs do meu amigo NetSapinho, permitiam 15 MB, pouco para quem tinha intenções de usar muitas fotos. Daí abrir Blogs, uns atrás de outros. Mesmo assim, cheguei a deitar posts fora, daqueles mais antigos. Hoje, por essas razões, tenho uma fartura de Blogs. Tento conciliar as coisas mas é difícil. Está tudo espalhado. 

 

Por isso, com esta minha Grande Caminhada, em Blogs, pretendo apresentar todas as Caminhadas do Ventor, espalhadas por todos os meus Blogs, sejam os Blogs do Ventor, sejam os Blogs do Quico. Tentarei concentrar aqui, neste Blog da Grande Caminhada, o meu futuro blogueiro, mantendo ligados os Blogs que formarão o seu corpo, tentando aglutinar tudo o que me interessa, nesta Grande Caminhada ou então, desenvolver a minha última etapa a partir de agora.

 

Além dos quatro Blogs aqui focados, tentarei manter os Blogs com os títulos, a Arrelia do Quico e o Planeta Azul .

Sagres, a beleza dos mares que enfeita o rio Tejo para alegrar o Ventor, nas suas caminhadas

publicado por Ventor às 18:04