Aos Restauradores ...

... hoje, é o dia!

O dia que nunca devemos esquecer. O dia que os maltrapilhos políticos deste país quiseram esquecer! Esquecer em nome de coisa nenhuma e de tanto trabalho, vejam lá! Será que alguma vez trabalharam? Mete-me nojo, vê-los vangloriarem-se de trabalhos mesquinhos, alguns, bochechudos outros cadavéricos, julgarem-se no pódio das vitórias, vangloriarem-se de feitos de desgraças e outros, sorrindo de pimpões, gozando ainda dos males que causaram ao povo português.

 

 

Em 1640, era esta a Bandeira dos heróis que resgataram Portugal das masmorras castelhanas

 

 

Regatear e cortar feriados! Começaram logo por aquele que conseguiu, por entre o mundo, resgatar o nome de Portugal. Os homens julgam-se os trabalhadores exemplares, perante os portugueses! Serão?

Para mim, que me sinto português, não gostaria de me ver a seguir essa ralé. Atrelado pela força, sim! Segui-los não!

 

Foram os homens de 1640 que colocaram a cabeça a prémio e limparam os traidores. Foram eles que resgataram Portugal! Eles sim! Eles são os nossos portugueses que merecem todas as honras. Todos os outros são dias que alguém quiz glorificar por si e  para si. 1910, 1926, 1974? Que é isso? Serviram para quê? Porquê o 25 de Abril, em detrimento de 1640?

Estamos a festejar um dia que homens de boa fé seguiram e de que outros se aproveitaram, em sua honra e que, por incapacidades e incúrias políticas, colocaram Portugal no caminho do cadafalso.

 

 

A Bandeira que tomou o lugar das outras, antes dela 

 

Essa Bandeira, a outra ou outras que simbolizem a nossa terra e a nossa gente, merecem todo o nosso respeito. Não deve ser espezinhada por qualquer tipo de aldrabão, quem quer que ele seja.

 

Foi há tanto tempo!

 

Foi à tanto tempo que comecei a sonhar com um país para todos e não só para alguns!

Temos de resgatar esse tempo!

Temos de voltar a sermos nós e a tirar dos caminhos de Portugal, todos aqueles que não o respeitam, todos sem excepção, mesmo aqueles que andam com a bandeirinha de metal na lapela!

 

Este país tem história para estar acima de tudo e, mais ainda de incompetentes da política.

Respeitemos a única cois boa que herdamos de Abril - a Liberdade.

Tudo o resto, foi caca!

Sagres, a beleza dos mares que enfeita o rio Tejo para alegrar o Ventor, nas suas caminhadas

publicado por Ventor às 19:39